A gestão de projetos é uma área de negócios em constante crescimento, evoluindo para acomodar as novas necessidades das empresas e seus projetos. Consequentemente, é importante acompanhar as inovações do setor.

Isso se faz necessário para que você saiba que tipo de experiência e treinamento de gerenciamento de projetos você precisa para oferecer os melhores resultados para a sua empresa.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste artigo trouxemos 6 tendências para você acompanhar e, quem sabe, adotar. Acompanhe!

1. Metodologias ágeis e Kanban

A metodologia ágil – ou Agile – é um conjunto de princípios que ajuda os desenvolvedores a se adaptarem às mudanças rapidamente e adotar uma abordagem mais flexível em vez de uma estrutura tradicional rígida em cascata.

O Manifesto Ágil destaca a necessidade de priorizar os indivíduos sobre o processo e isso pode se tornar um princípio muito útil para gestores de projetos que trabalham com recursos humanos. Isso porque rédeas livres sobre seus projetos permitirá uma tomada de decisões mais rápidas e melhores.

Já o Kanban, conhecido por muitos, é uma metodologia mais visual e baseada em fluxo de trabalho. Originalmente desenvolvida pela Toyota para atribuir cargas de trabalho por meio de um sistema de cartões, essa metodologia prioriza pequenas entregas diárias, concentradas no que um trabalhador pode alcançar em um dia.

O Kanban garante que pequenas metas sejam alcançadas todos os dias, o que significa que o progresso é facilmente mensurável. Por isso, é uma metodologia útil para os gestores de projetos explorarem.

2. Automação

Tecnologias de ponta, como a inteligência artificial, entraram no gerenciamento de projetos especificamente por meio de softwares. Os gestores de projetos têm sido historicamente dependentes deles, como o Microsoft Excel para entrada e análise de dados e o Microsoft Project para gerenciamento de projetos.

No entanto, ferramentas melhores já estão disponíveis. As tarefas repetitivas podem ser automatizadas para aumentar a eficiência e permitir que os funcionários dediquem mais tempo a um trabalho de maior valor agregado.

A otimização de recursos se tornará muito mais fácil com a oportunidade de permitir que o software crie modelos de recursos, enquanto os gestores de projetos assumem uma posição de estratégia de nível superior.

A automação se tornará uma tendência de gerenciamento de projetos indispensável, pois permite que os profissionais envolvidos aumentem sua produtividade e reduzam sua carga de trabalho. No futuro próximo, será o ativo mais forte de um gestor de projetos.

3. Responsabilidade social

A responsabilidade social está se tornando uma parte fundamental do gerenciamento de projetos e levará a uma melhor responsabilidade nas equipes. Confiabilidade e prestação de contas abraçarão a responsabilidade de incentivar um impacto positivo no meio ambiente, em funcionários, partes interessadas e outros membros.

As pessoas estão cada vez mais dispostas a fazer negócios com empresas que se comportam de maneira socialmente responsável. Os gerentes de projeto podem mudar o comportamento socialmente responsável de suas empresas no nível local com uma melhoria nas regulamentações do local de trabalho, das proteções ambientais e dos direitos dos funcionários.

4. Apresentação orientada por dados

No ambiente empresarial moderno, o planejamento de projetos e acompanhamento do progresso simplesmente não é mais suficiente. Os gerentes estão procurando ferramentas com análise e apresentação avançada de dados que possam ser utilizadas em relatórios para o gerenciamento superior e gerenciamento do projeto.

Nos últimos anos, várias soluções foram construídas sobre os softwares existentes para fornecer dados melhores. Elas estão disponíveis em ferramentas de gerenciamento de tarefas, como o Trello, ferramentas de gerenciamento de software, como o JIRA, e sobre gráficos de Gantt em várias outras soluções.

Embora essas ferramentas forneçam uma melhor apresentação de dados, a camada de apresentação não está conectada aos dados reais e pode estar sujeita à manipulação.

Por isso, procure ver mais camadas de apresentação ricas em dados em soluções de gerenciamento de projetos avançando. Isso porque essa tendência é uma resposta a uma necessidade real proveniente do nível do usuário.

5. Colaboração e nuvem

Mais e mais empresas estão optando por contratar funcionários remotos ou permitindo que os colaboradores trabalhem em casa por uma parte da semana de trabalho.

A tendência para uma força de trabalho mais distribuída e remota significa que um número crescente de empresas tem necessidades de software diferentes do que teriam se estivessem gerenciando funcionários no local.

Em particular, as equipes distribuídas precisam de uma maneira de se comunicar como se estivessem todas no mesmo escritório. Para complicar ainda mais o processo, com equipes totalmente remotas, as empresas podem ter funcionários em todo o mundo – o que significa que grande parte da conversa no local de trabalho acontece de forma assíncrona, enquanto um membro da equipe está dormindo ou ausente do escritório.

Para atender a essas necessidades, as soluções de software baseadas na nuvem atendem às necessidades de uma empresa distribuída. Esse programa precisa ser agnóstico do sistema operacional e trabalhar em vários dispositivos.

Como as informações são transmitidas pela internet, elas também devem incluir protocolos de segurança para proteger dados confidenciais e proprietários. Acima de tudo, ele precisa ser executado rapidamente, sem atrasos e permitir que várias pessoas visualizem e interajam com documentos simultaneamente.

6. Design Thinking

O Design Thinking já é popular e ajuda a desenvolver soluções para as abordagens integradas que já são utilizadas. Elas podem ser emprestadas de práticas de engenharia em combinação com as ideias de esferas como negócios, arte, ciências sociais.

Essa metodologia é bastante importante para os gerentes de projeto e outros profissionais envolvidos, pois é uma ferramenta para várias tarefas importantes, como:

  • para desenvolver a essência do projeto;
  • para definir os requisitos;
  • para procurar soluções para problemas atípicos que possam surgir durante o trabalho.

Muitas empresas no mercado moderno ajudam seus gerentes de projeto a dominar as abordagens de gerenciamento ou web design atualmente. E essa tendência tem tudo para crescer ainda mais no próximo ano.

Como você pode perceber, todos os anos surgem novas tendências para diversos mercados. As de gerenciamento de projetos estão mudando, mas o objetivo básico da área permanece o mesmo. O tempo e o orçamento serão sempre o principal aspecto.

Invista na ferramenta certa para o sucesso do projeto, que fornece dados em tempo real e flexibilidade para a gestão e se adapta às tendências do setor para obter uma boa ideia do seu projeto.

E aí, gostou do conteúdo do texto? Quer acompanhar outros artigos como este e ser avisado sobre novas publicações diretamente em seu e-mail? Assine nossa newsletter e fique sempre informado!

2 Comments

  1. Daniella Rebouças Silva Reply

    Vocês tem mais material disponível ou cursos on LINE previstos sobre o método ágil e o kaban?

    • FNQ
      FNQ Reply

      Olá, Daniela! Em breve, teremos mais pautas sobre métodos ágeis sim. Continue a acompanhar o nosso BLOG. Obrigada pelo interesse!

Escreva um comentário

Share This