Comumente, há uma grande preocupação por parte das organizações em se comunicarem com o público externo. Ainda que isso seja de suma relevância, o investimento, na verdade, deve começar a ser feito internamente, na comunicação organizacional, já que ela abrange todos os membros envolvidos no funcionamento e desenvolvimento do negócio – colaboradores, sócios, fornecedores, público consumidor, investidores e demais interessados.

Independentemente do segmento e do porte, a comunicação organizacional deve ser um investimento prioritário pelas empresas, já que os benefícios obtidos refletem em todos os âmbitos. Com ela, os membros envolvidos com a marca ficam mais alinhados com os objetivos organizacionais, o que facilita os processos de negociação entre as partes. Além disso, a comunicacional organizacional é uma aliada fundamental em eventuais necessidades de gerenciamento de crises e mudanças.

Este artigo foi preparado para que você entenda mais sobre a importância da comunicação organizacional e seus tipos. Continue a leitura e entenda também como desenvolvê-la na sua empresa.

Entenda a importância da comunicação organizacional

Inicialmente, é importante considerar que comunicação não é unicamente o fato de passar uma informação para frente. Nesse viés, as falhas de comunicação organizacional prejudicam o cumprimento de prazos no desenvolvimento de projetos, o que impacta negativamente a satisfação e o bem-estar dos envolvidos, gera esforços extras e, inclusive, pode causar prejuízos financeiros ou baixa otimização de custos.

Toda empresa é construída por uma comunidade, o que faz com que todos os membros sejam peças essenciais para seu bom funcionamento. Por isso, em vez de preocupar-se unicamente com cumprimento de metas e números de vendas, toda essa comunidade deve ser reconhecida e se sentir parte importante desse processo. Como benefício, os indivíduos valorizam a marca, comprometem-se, assumem responsabilidades e tomam iniciativas, o que reflete em uma melhor imagem ao mercado.

A partir disso, os colaboradores não são tratados unicamente como mão de obra, mas, sim, como um capital humano da empresa. Por outro ângulo, os consumidores são forças capazes de trabalhar a imagem da marca e influenciar potenciais consumidores a se consolidarem como clientes. O que, consequentemente, aumenta a retenção e as métricas financeiras.

Conheça os tipos de comunicação organizacional

Já sabemos que a comunicação organizacional é uma forma de transmitir uma mensagem para os membros envolvidos na comunidade empresarial. No entanto, algumas vertentes distinguem e caracterizam o objetivo de cada uma dessas ações comunicacionais.

Comunicação institucional

A comunicação institucional tem a função de trabalhar a imagem da marca diante do público externo – consumidores, investidores e sociedade, com o objetivo principal de ter um posicionamento favorável a todo o mercado de atuação. É por meio dela que a marca constrói credibilidade e conquista relacionamentos duradouros. O desenvolvimento da comunicação institucional é feito por meio de ações de:

  • assessoria de imprensa;
  • marketing cultural e social;
  • relações públicas;
  • jornalismo;
  • propaganda institucional.

Comunicação interna

A comunicação interna visa a integrar todos os colaboradores e deixá-los alinhados acerca do cenário e objetivos da empresa. A principal ferramenta é o diálogo, compartilhamento de experiências e informações entre os envolvidos de diferentes níveis hierárquicos. De forma resumida, a comunicação interna trata da construção do relacionamento com o capital humano da empresa.

Ao mitigar os ruídos da comunicação interna, o clima do ambiente de trabalho e, até mesmo, a retenção de novos talentos promovem melhorias, já que a cultura da empresa é mais bem entendida e conservada pelos membros. A comunicação interna pode ser dividida em:

  • ascendente – os membros hierarquicamente abaixo são emissores da mensagem;
  • descendente – a mensagem é gerada pelos cargos mais altos, como gestores e diretores;
  • horizontal – comunicação praticada entre membros de uma mesma hierarquia.

Comunicação mercadológica

A comunicação mercadológica é aquela que tem uma abordagem mais comercial e publicitária. Seu o objetivo é melhorar a imagem de produtos ou serviços oferecidos ao consumidor final e acompanhar as manifestações geradas acerca dessa oferta. Comumente, ela é construída pela junção dos setores de Vendas e Marketing da empresa, que trabalham juntos nos processos de retenção e conversão. Os maiores aliados da comunicação mercadológica são:

  • publicidade e propaganda;
  • ações em Ponto de Venda – PDV;
  • promoções de vendas;
  • marketing direto;
  • merchandising;
  • Customer Relationship Management – CRM;
  • Serviço de Atendimento ao Cliente – SAC etc.

Saiba como melhorar a comunicação

O que caracteriza uma boa comunicação organizacional é, principalmente, a clareza da mensagem. Para que isso seja alcançado é necessário desenvolver a abordagem adequada, escolher o canal certo e disparar no momento pertinente. Vale considerar que cada público tem uma demanda diferente, portanto, é preciso ter um cuidado para conhecer as peculiaridades e comunicar-se de forma efetiva e certeira.

Promova o diálogo entre as partes

As partes envolvidas em um processo devem manter-se constantemente em interação a fim de promover um maior alinhamento e garantir que nenhuma expectativa seja desapontada. Ao promover o diálogo entre as partes, todos saberão o que esperar e o que deverão fazer para alcançar o objetivo proposto. Isso se aplica, inclusive, no público externo, que saberá claramente quais são os entregáveis e não se surpreenderão negativamente ao contratarem um serviço ou adquirirem um produto.

Faça uso da tecnologia

Na era da comunicação digital, utilizar a tecnologia e as possibilidades de inovação promovidas vão além de apenas compartilhar notícias pela internet. A adoção da tecnologia para a comunicação organizacional é feita para facilitar o diálogo entre os membros internos e externos, além de mensurar os resultados obtidos por meio do uso de diferentes canais.

Por isso, a tecnologia promove diferentes formas de comunicação entre os envolvidos, além de permitir o acompanhamento contínuo de tudo que é falado sobre a marca. Assim, o diálogo é mais claro e o gerenciamento de eventuais crises é feito de forma mais instantânea.

Incentive o compartilhamento das informações

Algumas boas práticas desenvolvidas pelos membros da organização devem ser compartilhadas com os demais. Isso ajuda a promover o conhecimento e dividir experiências, que podem proporcionar insights para situações futuras. Por isso, como gestor, ao identificar uma boa prática, reconheça e incentive o compartilhamento por meio dos canais da empresa – como e-mail, mural, redes sociais etc.

Todo o cenário de mudança exige o exercício de uma comunicação organizacional clara. Com o pleno alinhamento entre os envolvidos, é promovida a cultura do aprendizado e da integração. Além disso, ao investir na comunicação organizacional, pode-se obter benefícios de diferentes âmbitos, como a boa experiência do consumidor, melhoria no bem-estar dos colaboradores e otimização dos resultados de vendas.

Conseguiu entender o quanto a comunicação organizacional deve ser uma prioridade no negócio? Agora, continue aprendendo e entenda o que é gestão à vista e como aplicá-la na empresa.

dia-do-cliente-lean-fnq

Escreva um comentário

Share This