Tornar uma empresa mais competitiva nunca foi uma tarefa fácil, mas parece que, nos dias de hoje, o ofício é ainda mais complicado. Isso porque o empreendedor enfrenta não só uma concorrência que não para de crescer, mas também precisa lidar com elementos novos no mercado, como a tecnologia disruptiva e as startups.

Para se ter uma ideia, uma pesquisa realizada pela Boa Vista SCPC revelou que o número de empresas abertas em 2017 cresceu 13,6% em relação ao ano anterior. Em janeiro do ano passado, por exemplo, tivemos um recorde na criação de novos negócios no mesmo mês, com aproximadamente 200 mil empresas abertas.

Por outro lado, o avanço da tecnologia e o surgimento de startups fazem com que as necessidades e os anseios dos clientes mudem a todo o momento. “O cenário atual é disruptivo. Você não pode mais definir um planejamento estratégico fixo, pois a situação muda constantemente”, é o que garante Jairo Martins, presidente executivo da FNQ.

Então, o que fazer diante dessa realidade? No artigo de hoje, resolvemos responder a essa pergunta, trazendo algumas estratégias importantes para tornar a sua empresa mais competitiva. Confira tudo o que precisa saber logo a seguir!

Competição e exigências do mercado nos dias de hoje

Como vimos, a competitividade não se refere apenas à criação de novas empresas, mas também ao surgimento de novos elementos que influenciam o mercado, como revoluções tecnológicas, as quais mudam completamente o rumo de determinados segmentos de negócios. É a chamada disrupção tecnológica.

Nesse cenário, o nível de exigência esperado pelas empresas apenas aumenta e, para atender às expectativas, ela precisa desenvolver alguns elementos essenciais. Jairo Martins os elenca, deixando clara a sua influência no sucesso da sua empresa. Vamos acompanhar?

Entregas para a sociedade

O que a sua empresa entrega para a sociedade? Qual sua missão? Esse elemento, que normalmente é definido no plano de negócios, é indispensável para a consolidação de uma empresa, já que toda a organização precisa realmente solucionar carências das pessoas. Sem isso, sua existência é questionável.

Eficiência e eficácia

Uma empresa competitiva precisa ser eficiente e eficaz. O primeiro conceito significa que ela deve ser capaz de realizar entregas sem cometer erros. Já o segundo está associado à própria capacidade de entregar tudo aquilo que foi proposto para os consumidores e a sociedade em geral.

Produtividade

O conceito de produtividade pode ser resumido a fazer mais com menos. A ideia é consumir a menor quantidade possível de recursos para realizar suas entregas. Acontece que, hoje, não podemos interpretar esse conceito apenas em escala, ou seja, quantidade, mas, sim, em qualidade de entrega para o cliente.

Inovação

Inovação é um termo banalizado, pois muitos ainda o associam apenas ao uso da tecnologia. Na verdade, inovar significa fugir dos padrões para garantir mais eficiência nos processos, mais qualidade ao produto e, é claro, um melhor atendimento para os seus consumidores. Hoje, inovação está muito associada ao conceito de disrupção.

Sustentabilidade

Sustentabilidade também é um conceito que precisa ser interpretado amplamente. A empresa sustentável não é só aquela que trabalha em vista da realidade econômica, social, política e ambiental do País, mas também a que leva em conta o próprio cenário interno. O crescimento do negócio precisa ser escalável, com racionalização de custos.

Ética

Pode ter certeza de que a competitividade guarda íntima relação com a ética. Para que uma empresa se mantenha no longo prazo, é preciso que os clientes, fornecedores, colaboradores, acionistas, enfim, todos os públicos de interesse da organização, enxerguem bons valores e princípios nela.

Lideranças transformadoras

Para fechar, quem consegue orquestrar todos os elementos citados até agora são as lideranças transformadoras. São os líderes que motivam os colaboradores e se tornam um exemplo a ser seguido. Eles trabalham para manter a coesão e a harmonia dos times da empresa.

“Todos esses atributos constroem uma empresa competitiva, que será a escolha do consumidor. No entanto, só funcionam com a combinação de pessoas; de informação para a tomada de decisão; e da tecnologia, que ajuda a levar a empresa até onde ela quer chegar.”, conclui Martins.

Estratégias para tornar uma empresa mais competitiva

Agora que já entendeu as exigências para tornar uma empresa mais competitiva, é chegado o momento de mostrarmos algumas estratégias que podem ajudá-lo a conquistar o seu mercado. Vamos conferir?

Realize pesquisas

Levantar informações relevantes é fundamental para definir estratégias e planos de ação no seu negócio. Por isso, é preciso aplicar diferentes tipos de pesquisa, voltadas para o amadurecimento do seu nível de conhecimento.

As pesquisas de mercado são utilizadas para descobrirmos informações dos clientes. Já as avaliações de desempenho, para verificarmos o nível dos colaboradores. Por fim, o benchmarking é usado para acompanharmos a concorrência.

Invista em marketing digital

Manter a sua marca viva e presente no imaginário dos clientes também é fundamental para que o seu negócio se mantenha competitivo. Afinal, as empresas que são lembradas são aquelas que serão escolhidas.

Nesse sentido, investir em marketing digital é indispensável, pois o cliente está cada vez mais conectado no mundo virtual. Links patrocinados, marketing de conteúdo e mídias sociais, por exemplo, são ações muito eficazes.

Trabalhe com foco em um bom atendimento

O atendimento é um dos principais elementos para garantir a competitividade. Para ilustrar, podemos mostrar uma pesquisa elaborada pela revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios, que mostrou que os clientes preferem o bom atendimento à qualidade ou preço do produto – mais de 60% fizeram essa opção.

Treinar colaboradores para que entendam às necessidades do público, compreendam o produto ou serviço oferecido e, acima de tudo, tenham bom trato com os clientes é fundamental. Além disso, as ferramentas como o CRM (Customer Relationship Management) ajudam a obter informações relevantes a respeito do consumidor.

Invista na inovação

Definitivamente, a inovação é uma constante no mercado atual. As empresas procuram formas de garantir serviços com mais qualidade, atendimentos e processos mais eficientes e eficazes.

Claro que o seu negócio não pode ficar para trás. Fique atento ao que existe de novo no seu mercado e, sempre que possível, invista para que a própria empresa traga a transformação antes das outras.

Trabalhe na precificação

Embora o atendimento seja um grande diferencial competitivo para as empresas, a precificação dos produtos não fica atrás. Oferecer um bom preço pode fazer a diferença na hora do consumidor escolher o seu produto.

Além de negociar bem com fornecedores para poder reduzir os próprios preços, é fundamental trabalhar na racionalização de custos. Afinal, grande parte da precificação é afetada pelas próprias despesas do negócio.

Em resumo, para tornar uma empresa mais competitiva, a empresa precisa estar alinhada e antenada a tudo aquilo que existe de novo no mercado e, principalmente, focar nas necessidades do cliente. Só assim será lembrada na hora da decisão final do consumidor.

Gostou do nosso artigo? Então que tal conferir o nosso material sobre gerenciamento de desempenho de processos? Vamos lá!

*Colaboração de Jairo Martins

Escreva um comentário

Share This