Entenda a importância do Diagnóstico de Maturidade da Gestão (DMG)

6 minutos para ler

O processo de melhoria contínua de uma empresa depende, em essência, da identificação de gargalos que precisam ser corrigidos, além de pontos fortes que devem ser intensificados ou melhor explorados. Nesse processo, o Diagnóstico de Maturidade da Gestão (DMG), da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), é uma grande ferramenta.

Em resumo, pense no DMG como o insumo necessário ao progresso da gestão empresarial. Ele permite que o gestor e sua equipe de trabalho tenham uma visão holística acerca do negócio, a ponto de identificar pequenas falhas e formular grandes avanços.

Nos tópicos seguintes, vamos explicar o que é Diagnóstico de Maturidade da Gestão, quais seus benefícios e como ele é feito. Portanto, continue atentamente com sua leitura.

Entenda o que é um Diagnóstico de Maturidade da Gestão

O termo diagnóstico é parte do cotidiano. Quando você vai ao médico, por exemplo, quer que ele faça um diagnóstico da sua saúde. Portanto, é uma espécie de análise profunda, no intuito de identificar itens que precisam ser corrigidos ou reforçados.

Ao aplicar esse conceito na gestão, seria o mesmo que averiguar, com profundidade, o que é feito no expediente da empresa, tendo o intuito de identificar determinados pontos fortes ou oportunidades de melhoria. Assim, é possível garantir a obtenção de ótimos resultados.

No contexto gerencial, a questão é: como esse diagnóstico é feito? Quem é responsável por conduzi-lo até o fim? Qual o nível de rigor adotado ao longo do processo? O sucesso do que é feito depende, em essência, das respostas para essas três questões.

Especificamente no Diagnóstico de Maturidade da Gestão (DMG), adotado pela FNQ, o diagnóstico é realizado como parte de um processo maior de autoavaliação, sendo feito por especialistas certificados pela FNQ, em conjunto com equipes internas.

Portanto, entenda o DMG como um relatório de avaliação que indica o nível de maturidade da gestão empresarial, suas principais competências e pontos de melhoria. Ele é realizado por meio de análises profundas e rigorosas.

Confira as vantagens que o DMG pode proporcionar à empresa

Existem muitas vantagens ligadas ao DMG. A primeira delas é a identificação de oportunidades de melhoria, que precisam ser corrigidas no intuito de tornar a empresa mais competitiva. Isso desencadeia uma série de outros benefícios, como a melhoria contínua e o progresso dos resultados financeiros do exercício. Explicamos esses e outros benefícios adiante.

Permite a identificação de pontos de melhoria

A melhoria contínua depende da identificação de gargalos, isto é, de coisas que não estão sendo bem-feitas e precisam ser corrigidas.

O DMG ajuda a diagnosticar o que deve ser solucionado com prioridade, permitindo que a gestão seja mais eficiente. Também permite que a equipe entenda o que é necessário e concentre-se especificamente nisso, direcionando a força de trabalho.

Oferece uma visão mais sistêmica ao gestor

Como dito, o gestor e sua equipe, por estarem tão envolvidos nos processos, desenvolvem alguns pontos cegos, que precisam ser corrigidos. Com o DMG, o gestor pode ter uma visão mais sistêmica sobre o que acontece dentro da empresa e identificar quais as suas consequências.

Essa visão sistêmica não é só importante: é essencial. É preciso compreender que tudo está conectado e os resultados finais da organização, como o lucro líquido, dependem de coisas intangíveis, que precisam ser aperfeiçoadas, como o ânimo e o alinhamento dos times.

Subsidia uma cultura organizacional de excelência

A cultura da empresa é um elemento-chave. Consiste no conjunto de crenças, hábitos e valores que são abraçados ao longo do expediente. Quando há uma cultura de conformismo, na qual “tudo é bom como está”, é difícil que a empresa tenha resultados superiores.

Por outro lado, a cultura de excelência possibilita o avanço constante, permitindo que o negócio alcance resultados superiores em cada exercício. O DMG pode ser a base para esse avanço, enraizando a cultura organizacional no forte senso de melhoria contínua.

Promove melhores resultados financeiros

No fim das contas, tudo o que acontece dentro da empresa pode ser traduzido em termos financeiros. Se ela promove melhorias contínuas, conta com funcionários treinados, tem clientes felizes e investidores satisfeitos, tende a ser mais lucrativa.

O DMG é uma base sólida para a melhoria em diversos quesitos e, portanto, para o avanço dos resultados financeiros. Isso significa que a empresa pode ser mais rentável, sustentável e lucrativa em longo prazo, visto que está sempre aprimorando suas práticas.

Não permite que a empresa fique atrás da concorrência

O mercado está mudando a passos largos. É preciso pensar rápido para adaptar processos e tecnologias aos avanços externos, do contrário, a empresa pode deixar de existir. Essa preocupação é válida até para líderes de mercado que, certamente, podem ser superados.

O DMG possibilita que a empresa compare seus resultados ao de outras companhias do mercado, bem como identifique tecnologias ou métodos capazes de torná-la mais competitiva. Assim, pode estar um passo à frente dos seus competidores e obter grandes resultados.

Saiba como a Fundação Nacional da Qualidade elabora o DMG

Mesmo que o gestor se esforce para identificar pontos fortes e oportunidades de melhoria da gestão, terá sempre um ponto cego, isto é, algo que parece evidente para outras pessoas, mas que o próprio gestor não vê. Isso ocorre porque ele não possui um suporte externo. O DMG da FNQ pode superar esses gargalos. Saiba o porquê:

  • o processo de diagnóstico ocorre com a participação de profissionais e equipes da própria empresa;
  • esses talentos são preparados para o processo;
  • há o levantamento de indicadores que refletem a realidade da empresa;
  • especialistas da FNQ conduzem e dão apoio em todo o processo;
  • os resultados finais são apresentados por especialistas da FNQ.

Logo, existe um modelo misto, que envolve especialistas da FNQ e talentos da empresa. Isso é essencial porque o conhecimento do DMG fica retido na empresa e pode ser aproveitado sempre. Além disso, os profissionais são mobilizados desde as primeiras etapas do processo.

Lembre-se de que o relatório de avaliação identifica o nível de maturidade da gestão, suas competências e pontos de melhoria. Isso tem uma série de benefícios à empresa, tornando-a mais competitiva.

Gostou do nosso artigo? Aproveite para conhecer mais sobre o Diagnóstico de Maturidade da Gestão e entender como ele pode ser adotado dentro da sua empresa. É só entrar em contato conosco!

Posts relacionados

Deixe um comentário