Para que uma empresa se mantenha relevante no seu segmento de atuação e possa promover o crescimento contínuo, é muito importante que seus administradores estejam atentos às tendências de gestão. Isso permite que a organização modernize sua estrutura, otimize processos e melhore o seu desempenho como um todo.

Por isso, separamos as principais tendências de gestão para 2019, assim, você pode considerar algumas opções desde já. Ficou interessado? Então continue a leitura!

Confira 6 tendências de gestão para o próximo ano

A tecnologia terá um papel ainda mais importante na administração de empresas. Isso não quer dizer, necessariamente, que somente empresas de TI deverão focar em tais soluções; tampouco quer dizer que as organizações terão de investir grandes recursos no desenvolvimento de soluções tecnológicas.

Muitas das tendências de gestão para 2019 envolvem a adoção de ferramentas e metodologias de trabalho que podem ser implementadas na companhia sem a necessidade de grandes investimentos. No entanto, é necessário um grande esforço para que essas mudanças sejam bem aceitas na cultura organizacional.

Abaixo, listamos quais são as principais apostas para o próximo ano e como é possível inseri-las na empresa. Confira!

1. Análise preditiva

A análise preditiva é uma metodologia que avalia, por meio de Big Data, padrões na empresa de modo a estimar previsões para o futuro. Essa é uma prática que auxilia na tomada de decisões e permite que empresas possam identificar problemas e oportunidades de negócios.

A partir da análise preditiva, a organização pode estruturar um plano estratégico para implementar soluções mais bem direcionadas às suas dificuldades e aos seus objetivos, ao mesmo tempo em que assume menor risco nas suas escolhas.

2. Internet das Coisas

A IoT (Internet of Things, ou Internet das Coisas, em português) vem ganhando mais relevância em diferentes indústrias. Trata-se de dispositivos – como eletrônicos, veículos, drones, entre outros – equipados com sensores digitais que coletam informações e as transmitem pela internet. Essa tecnologia ajuda na automatização de processos, na agilidade e na precisão das operações e, ainda, contribui para a inteligência dos negócios.

3. Armazenamento em nuvem

Esse modelo de computação, que vem ganhando mais espaço dia a dia, permite o armazenamento de dados na internet por meio de um provedor de computação na nuvem. Isso permite que um grande volume de dados seja armazenado e processado sem a necessidade de um servidor local. Isso ajuda na otimização da infraestrutura de TI e permite um melhor desempenho das operações, o que pode ser decisivo para aumentar a produtividade da empresa.

4. Inteligência artificial

O termo “inteligência artificial” nos remete a soluções tecnológicas de alta complexidade, como as vistas em filmes de ficção científica. Mas a verdade é que o conceito se refere a aplicações que, sem perceber, já estão presentes no nosso cotidiano.

Sistemas como o Google Assistant ou Siri, por exemplo, já são exemplos do uso de inteligência artificial. No cotidiano das empresas, ela pode ser encontrada no uso de chatbots pelos sites de e-commerce, por exemplo.

5. Aumento da flexibilidade no trabalho

Embora a flexibilidade no trabalho esteja muito mais ligada às práticas de gestão e à cultura organizacional da empresa, esse sistema também exige o uso de tecnologias para que seja implementado com sucesso.

Essa prática inclui não apenas a flexibilidade em horários, mas também a possibilidade de trabalho home office – o que exigirá investimentos em ferramentas que possibilitem o acesso remoto aos funcionários.

As vantagens de implementar essa mudança na empresa é que, além de reduzir custos em infraestrutura para manter uma equipe in loco, ela também contribui para o aumento da produtividade da equipe e a satisfação dos colaboradores com a empresa.

6. Automação de processos

Investir em soluções que automatizem processos operacionais é outra iniciativa que promete ser uma tendência ainda mais forte no próximo ano. Isso porque elas oferecem uma série de vantagens para a empresa, tais como:

  • dispensa a necessidade de manter um funcionário desenvolvendo atividades operacionais;
  • possibilita o investimento em mão de obra qualificada;
  • reduz a incidência de erros.

Há uma série de ferramentas e softwares que são capazes de automatizar processos executados diariamente na empresa. No próximo tópico, listamos alguns recursos que podem cumprir essa tarefa. Continue a leitura!

Saiba quais são as melhores ferramentas de gestão para investir em 2019

Se sua empresa deseja acompanhar as tendências de gestão para o próximo ano, então, talvez, este seja o momento para investir em soluções que viabilizem a implementação dessas mudanças. Confira abaixo quais são as quatro ferramentas que recomendamos!

Sistemas de Gestão

Investir em um sistema de gestão pode auxiliar significativamente nas atribuições diárias dos seus funcionários e colaboradores. O software permite um maior controle de gestão e auxilia em atividades como:

  • controle financeiro e fiscal da empresa;
  • automação de processos, como emissão de notas fiscais e cobranças;
  • gestão de estoque;
  • emissão de relatórios de resultados;
  • controle de distribuição;
  • controle de produção;
  • entre outros.

Para obter um melhor retorno com o sistema de gestão, é recomendável que sua empresa busque por uma solução que possa ser facilmente integrada a todos os setores da organização.

Business Intelligence (BI)

A ferramenta de Business Intelligence (BI) é, como o próprio nome sugere, um software que reúne informações valiosas para a empresa desenvolver soluções de inteligência de negócios. O recurso gera relatórios com base nas operações da empresa e, inclusive, é capaz de gerar previsões realistas que auxiliam na tomada de decisões.

Nuvem pública

Investir em uma nuvem pública é uma forma de garantir o armazenamento de grande volume de dados de forma segura. Além disso, é também uma maneira que as empresas encontram de compartilhar informações mais facilmente com seus colaboradores e funcionários, já que a ferramenta pode ser acessada por usuários autorizados de qualquer lugar do mundo com uma boa conexão de internet.

Gerenciador de tarefas

Os gerenciadores de tarefas on-line são ferramentas eficazes na gestão de projetos. Membros da equipe podem visualizar tarefas atribuídas a eles e incluir novos usuários nos seus planejamentos, permitindo mais agilidade no desenvolvimento das atividades.

Estar atento às tendências de gestão é fundamental para o desenvolvimento da empresa. Por isso, é importante considerar o investimento em softwares que auxiliem a implementação dessas mudanças na organização!

E então, gostou do nosso artigo? Então, não deixe de ler nosso post que explica o que são sistemas de gestão e confira as melhores soluções para o seu negócio!

1 Comment

  1. Eli Rodrigues da Silva Reply

    VERDADEIRAMENTE muitas dessas 6 tendências de gestão para o ano de 2019 são ferramentas e metodologias de trabalho que já foram implementadas em grandes corporações em anos anteriores como Sistemas de Gestão, Business Intelligence (BI) e outras.

Escreva um comentário

Share This